terça-feira, 30 de julho de 2013

Dicas de Cuidados


Nos meus catorze anos como Médico Veterinário atendi    muitos animais. E com minha experiência clínica, tenho observado que a maioria dos casos que atendemos se deve à desinformação e falta de conhecimento dos tutores. A maioria dos tutores, realmente amam seus animais e se preocupam com eles mas, ainda se prendem à informações erradas; sendo assim gostaria rapidamente de comentar algumas delas.

Vacinas: não é só a vacina da raiva que deve ser dada todos os anos. O importante é dar a vacina específica para cada espécie de animal.
Vacina tríplice ou quadrupla deve ser dada para gatos. A V8 ou V10 para cães. Filhotes necessitam das doses de reforço, mínimo três doses dessas vacinas específicas e finalizar com a da raiva.
O mais importante é aguardar a última dose das vacinas e ainda esperar a liberação do veterinário para que o animalzinho possa ter contatos com outros animais, ambientes e fazer passeios na rua (normalmente o aguardo é de 7 a 10 dias), para que o animalzinho fique imunizado, caso contrário eles correm o risco de ficarem doentes. Há várias doenças que podem levá-los à morte. Importante, lembrar também que, não é por que seu animal é idoso que não vai pegar doenças, é preciso fazer o reforço todos os anos.
Vamos falar de castração. Devemos abandonar as ideias preconceituosas que é preciso deixar uma fêmea cruzar e ter uma cria antes de castrar, isso é uma ideia totalmente errada. Castrando a fêmea você vai evitar muitos outros males como, por exemplo, o câncer de mama, câncer de útero e ovários, evita também a gravidez psicológica e uma doença chamada piometra. O que seria a piometra? A Piometra é uma doença causada por uma infecção bacteriana dentro do útero de cadelas e gatas.

Outro mito é pensar que o macho vai mudar de comportamento. O correto é castrar antes da maturidade sexual, o que previne que eles cruzem com femeas não castradas, e nasçam crias imprevistas que acabam abandonadas pelo ser humano. Nos machos também evitamos males como câncer de próstata.
Lembre-se também que não se deve medicar animais sem consultar um veterinário, principalmente com medicações humanas, pois os remédios que servem para alguns caso pode prejudicar ou mascarar um exame que poderá diagnosticar alguma doença grave. Existem medicações humanas e mesmo veterinárias que quando mal empregadas podem agravar o problema e levar o animal à morte.
Hoje existem Ongs, Faculdades e até mesmo um **Hospital Veterinário Público gratuito para animais. Mesmo que seja difícil chegar até eles, procure conversar com algum veterinário mais próximo, explique a situação com sinceridade, pois se ele for realmente um amigo dos animais facilitará o atendimento. Não espere que a situação se resolva sozinha e não negue socorro ao seu tutelado, ele só tem você para contar.

Não use e não guarde venenos em casa, por mais bem escondido que estejam, seu animal irá encontrar. Caso você tenha crianças pequenas o perigo é redobrado. A ingestão de certos tipos de venenos, como o chumbinho, quase sempre leva à morte. Caso perceba que o animal foi envenenado, não tente resolver a situação. Corra para o veterinário mais próximo ou de sua confiança, pois nesses casos o tempo de atendimento pode ser a diferença, entre a vida e a morte.
Respeite seu animal, ele não é um objeto, para ser descartado ou usado
só quando convém. Ele também não é um humano, não o force a se
adaptar em situações contrarias a sua natureza e não exija dele coisas
“descabidas” ou seja, que não são comuns a sua espécie.
Ame e respeite os animais, não tenha preconceitos, não os considere
seres inferiores.
Deus criou todos os seres vivos. Ele é o Pai Celeste, e todos os seres vivos são seus filhos.
Se um pai humano não deixa de amar seus filhos a mais ou a menos, sem descriminar, por ser mais velho ou não; quem dirá Deus, que é infinitamente superior a qualquer ser humano, que ama e valoriza a todos seus filhos igualmente, humanos ou não. Deus espera que os mais velhos cuidem dos mais novos, auxiliando-os em seu crescimento. Deus espera também que o ser humano ajude e auxilie também aos nossos irmãos mais novos que são os animais, que estão caminhando para evolução até chegar ao nosso grau.
Despeço-me agradecendo à todos a oportunidade de estar aqui defendendo os animais e auxiliar através de minhas palavras a transformar proprietário de bichos em tutores de almas. Meu muito obrigado.
 
  **Texto de Dr. Ricardo Capuano – Médico Veterinário e apresentador do quadro ”Consciência Animal”, veiculado na Rádio Boa Nova, todas às segundas-feiras dentro do Jornal Nova Era (12h:00min) e do RBN de Notícias (18h300min) e também  apresentador do programa “Nossos Irmãos Animais”, todas às sextas-feiras às 16h:30min, juntamente com Mirian Lúcia, Ivany Lima e  Silvia Nogueira.
 
**Hospital Veterinário Público Gratuito – Endereço: Rua Professor Carlos Zagotis, nº 3, Tatuapé – São Paulo/SP – Tel. (11) 2667-7795 / 2667-7804

 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga-nos por e-mail